Reclamação Trabahista

Reclamação trabalhista. E agora ?

A legislação trabalhista no Brasil é complexa e a melhor maneira de se evitar  reclamações é adotando um sistema preventivo através de uma consultoria jurídica especializada na área.

Quando funcionário se sente lesado em seus direitos trabalhistas ele pode dar inicio a um processo na Justiça do Trabalho e para tanto ele tem o período de dois anos após o desligamento da empresa, portanto, é importante verificar é se a ação foi proposta dentro desse período.

Atualmente no Estado de São Paulo o processo trabalhista é totalmente eletrônico, sendo possível ter acesso aos autos no site o Tribunal através de uma consulta pública via internet.

A primeira providência ao receber uma notificação da Justiça do Trabalho é levá-la a um advogado trabalhista, pois será necessário elaborar uma defesa e analisar os documentos de que a empresa dispõe. Não deixe para última hora!

É muito importante reunir a documentação relativa ao funcionário, pois a empresa deverá comprovar que cumpriu a legislação trabalhista, através de comprovantes, tais como, controle de jornada, recibos de pagamentos e demais que o advogado achar pertinentes. Como o processo é eletrônico, todos esses documentos deverão ser digitalizados para que possam ser juntados ao processo.

Com a notificação, geralmente vem designada a data da audiência, sendo que a empresa deve pensar em quais serão suas testemunhas.

É muito importante estar aberto a um possível acordo que poderá resolver o processo e minimizar custos, sempre sob a orientação do profissional que irá dimensionar a extensão e os riscos da ação.

Embora na seara trabalhista a melhor estratégia ainda seja a consultoria preventiva, se a empresa já foi acionada, a contratação de um profissional da área experiente e capacitado para conduzir a causa pode trazer tranqüilidade na solução da causa

Related Post

Curta. Comente. Compartilhe